UFTM

No período em que fiz o curso sobre pensamento sistêmico, meus alunos do curso de Serviço Social que estavam cursando a disciplina “Estudo e Desenvolvimento de Projetos I” estavam elaborando o trabalho final da disciplina, no melhor estilo cartesiano, isolando um problema, dividindo-o em partes, procurando conceitos que fundamentassem cada parte e bolando uma metodologia adequada.

Turma composta por alunos dos cursos de mestrado e doutorado do programa de Pós-graduação em Educação para a Ciência da Unesp, campus de Bauru, que cursaram a disciplina ofertada pelo professor Andrea Berardi (o segundo ajoelhado, da esquerda para a direita) da Open University inglesa. Entre eles havia uma penetra da UFTM.

Não que essa prática seja ruim ou ultrapassada, ainda mais se considerarmos que a grande maioria dos estudantes universitários chega à faculdade com conhecimento próximo de zero sobre pensamento científico. A gente não tem outra alternativa a não ser partir dos primórdios da ciência, nem que isso implique em reviver o método cartesiano.

Ocorre que a base material tecnológica é muito diferente agora, a informação é largamente disponível, mas isso não significa que as pessoas saibam mais. Pode até ser o contrário: no meio de tanta, mas tanta informação, a gente pode se perder ainda mais do que se tivesse acesso a menos dados.

Pensando nisso, resolvi inovar e levar alguns elementos do pensamento sistêmico para as atividades de Estudo e Desenvolvimento de Projetos II, que a mesma turma começa a cursar em 26 de novembro, conforme nosso calendário de reposição da greve.

Enquanto fazia o curso, fui percebendo como as metodologias do pensamento sistêmico parecem adequadas para pesquisas no campo do Serviço Social, já que boa parte das investigações nessa área implica em compreender a história e a natureza dos conflitos sociais, que são complexos e sistêmicos por natureza. Então por que não introduzir essa abordagem no curso?

Aos meus alunos que estão lendo este texto, sugiro que façam o download do guia de estudos e usem a primeira semana de aula para se familiarizarem com o pensamento sistêmico. A partir da segunda aula, faremos uma repaginada nos projetos para incluir esta perspectiva.

Faça aqui o download do guia de estudos:

ATIVIDADE PARA AULA 1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s